SEBRAE Inteligência Setorial

SEBRAE

Moda

Imagem de título do setor Moda
11 de agosto de 2017

Xiaomi se torna principal marca de dispositivos vestíveis do mundo

Um levantamento realizado pela Strategy Analytics revela que a companhia chinesa vendeu 3,7 milhões de dispositivos no segundo trimestre de 2017, uma alta de 23% em relação aos 3 milhões do ano passado que lhe garantiu 17% de participação no bolo.

xiaomi

A Xiaomi está fazendo tanto sucesso com seus dispositivos vestíveis que a companhia conseguiu saltar duas posições no ranking das principais marcas do setor no período de um ano, alcançando o topo da lista.

Um levantamento realizado pela Strategy Analytics revela que a companhia chinesa vendeu 3,7 milhões de dispositivos no segundo trimestre de 2017, uma alta de 23% em relação aos 3 milhões do ano passado que lhe garantiu 17% de participação no bolo.

Em 2016, a líder da indústria era a Fitbit, que tinha 28,5% do mercado por ter vendido 5,7 milhões de aparelhos. Só que de lá pra cá a empresa caiu para 3,4 milhões de unidades entregues e acabou realocada na segunda posição com 15,7% de participação.

Logo em seguida aparece a Apple, que teve um crescimento anual expressivo, de 56%, indo de 1,8 milhão em 2016 a 2,8 milhões em 2017. A companhia hoje tem uma participação que representa 13% do total.

Cliff Raskind, diretor da Strategy Analytics, comentou que a empresa da maçã perdeu posições para a Xiaomi porque não possui um produto que atinja o público usuário de pulseiras inteligentes. Algo pode mudar ainda neste ano, já que especula-se que a próxima geração do Apple Watch tenha um foco maior em medidores de saúde.

Enquanto isso, como destaca o diretor-executivo da empresa de análise, Neil Mawston, a Xiaomi segue fazendo sucesso arrebatador na China porque sua Mi Band possui vários recursos e um preço competitivo.

O mercado cresceu apenas 8% como um todo entre os segundos trimestres de 2016 e 2017, indo de 20 milhões a 21,6 milhões de unidades vendidas.

Fonte:
Olhar Digital
Autor:
Leonardo Pereira
Publicado em:
10 de agosto de 2017

Você também vai gostar de ler